24 de novembro de 2020

Alunos devem manter o foco no último mês de aulas de 2020

Em menos de 30 dias, estudantes e professores de todo o Estado vão concluir mais um ano de estudo e aprendizado. A Rede Estadual de Ensino do Paraná encerra em 18 de dezembro o calendário letivo de 2020. Ainda é necessário, nesta reta final, manter o fôlego e a atenção empregados ao longo de todo o período de aulas remotas.

Roni Miranda, diretor pedagógico da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte, destaca a relevância de os estudantes continuarem cumprindo as atividades. “Neste fechamento de período letivo é importante que os estudantes continuem desenvolvendo o que é proposto, tanto pela secretaria quanto pelos professores, participando das videoaulas pelo canal de TV, Youtube e no aplicativo”.

A recomendação é válida também para os estudantes que estão mantendo o vínculo escolar por meio do material impresso. Eles devem continuar retirando suas atividades impressas e devolvendo as tarefas feitas na escola.

“Estamos em um ano totalmente atípico. E o Paraná, neste momento, é referência para o Brasil no trabalho de ensino remoto, de aulas não presenciais. É importante que a gente tenha sucesso no fechamento do ano letivo. Para quem tem material atrasado é o momento de colocar em dia”, complementa Roni.

PROGRAMA SE LIGA – Os alunos que precisam de uma força extra para concluir o ano podem participar do programa Se liga, que tem foco na intensificação da aprendizagem dos estudantes. Professores, diretores e pedagogos, em conjunto com os alunos, vão aprofundar conteúdos e habilidades que são essenciais para a vida dos estudantes da rede.

O programa, que começa em 30 de novembro e segue até 18 de dezembro, servirá de suporte aos estudantes que precisam de auxílio em conteúdos específicos.

O diretor explica que o Se Liga é destinado aos alunos que têm dificuldades no aprendizado ou para a realização de tarefas, mas também àqueles que apenas desejam melhorar ainda mais as notas. “É tanto para os estudantes que têm algum tipo de dificuldade quanto para os que estão com boas notas, mas que querem melhorar o seu rendimento”.