Cine Passeio exibe filme tido como perdido de Zé do Caixão pela primeira vez no país

A sessão da Meia-Noite do Cine Passeio estará para lá de especial. Nesta sexta-feira (13/5), será exibido pela primeira vez e com exclusividade no cinema a cópia digital do filme A Praga, do mestre do horror brasileiro José Mojica Marins, conhecido como Zé do Caixão (1936-2020). Os ingressos estão à venda pelo site ingresso.com e na bilheteria do Cine Passeio. 

O filme produzido em 1980, em película Super-8, não foi concluído na época por falta de recursos, e até 2007 era tido como perdido. Depois de várias reviravoltas e de ter sido encontrado em um saco de lixo dentro do apartamento do cineasta em São Paulo, o material foi resgatado, restaurado e remasterizado pela Heco Produções, de Eugenio Puppo. 

A Praga é uma média-metragem com 52 minutos.

“É uma oportunidade única de assistir a essa raridade em uma sala de cinema. O Cine Passeio é o único do país a oferecer essa oportunidade aos fãs do mestre do horror nacional”, destaca a gerente do cinema, Juliana Pedrozo. 

O filme conta a história de um jovem e belo casal – Juvenal e Marina – que no feriado de Sexta-Feira Santa vai passear por uma região rural para tirar fotos. O casal acaba se deparando com uma velha exótica, que Juvenal começa a fotografar, enquanto debocha dela, chamando-a de bruxa.

A velha, então, joga uma praga no inconsequente rapaz. É o início da desgraça de Juvenal, que passa a ser atormentado por terríveis pesadelos, torna-se irritadiço e violento e por fim afunda num processo de loucura e paranoia.

O filme representa uma importante adição à obra de José Mojica Marins, preenchendo uma lacuna na filmografia de um dos mais importantes, longevos e prolíficos cineastas do país.

Após a exibição do filme, o Cine Passeio também rodará um pequeno documentário: A Última Praga de Mojica. Com 12 minutos, o material esmiúça o único filme inédito do mestre do horror brasileiro, conhecido até então apenas através de trechos de making-of, depoimentos, cenas da filmagem original e imagens da história em quadrinhos que originou o filme.

O horror continuará no sábado (14/5). Às 10h, haverá um bate-papo virtual sobre Zé do Caixão, mediado por Marden Machado, com o jornalista e crítico de cinema Marcelo Miranda e o professor Rodolfo Stancki. O bate-papo é gratuito e as inscrições podem ser feitas no site do Cine Passeio.

O cineasta, ator e roteirista José Mojica Marins, mais conhecido por seu icônico personagem Zé do Caixão, é considerado o pai do terror nacional e deixou uma obra importante e extremamente influente para o cinema nacional.

Serviço: A Praga, de Zé do Caixão

Endereço: Cine Passeio (Rua Riachuelo, 410)

SESSÃO DA MEIA-NOITE ESPECIAL
A Praga – de José Mojica Marins
Dia: sexta-feira (13/5), às 23h
Ingressos e na bilheteria do Cine Passeio
R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

Bate-papo virtual sobre Zé do Caixão
Sábado, 14/5, 10h
Grátis
Inscrições

By Agência de Noticias da Prefeitura de Curitiba