16 de junho de 2021

Em 2021, TV Evangelizar é mais uma opção para sintonizar as aulas

A TV Evangelizar (canal 16.4) é mais uma opção para crianças e estudantes sintonizarem em casa a TV Escola Curitiba, já disponível na tevê aberta (canais 9.2 UHF, Paraná Turismo, e 4.2, Rede Massa) e com canal próprio no YouTube.

São mais de 112 mil inscritos e 29,2 milhões de visualizações desde a estreia, em 13 de abril de 2020.

O ano letivo começa em 18 de fevereiro e, até lá, as famílias podem acompanhar a programação especial de férias no YouTube, que traz A Hora do Conto, com histórias contadas pelas bruxas do Bosque Alemão. Na TV, está sendo veiculada a reprise das aulas de 2020.

Ao longo do ano passado, crianças e estudantes tiveram acesso aos conteúdos por meio das videoaulas da TV Escola Curitiba e da realização de atividades pedagógicas, disponibilizadas nas unidades a cada 15 dias.

A TV traz propostas da educação infantil e videoaulas de matemática, língua portuguesa, robótica, geografia, educação física, arte, ciências, história, ensino religioso, literatura, direitos humanos e família, Linhas do Conhecimento, além da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

As aulas são elaboradas e ministradas pelas equipes de professores da Secretaria Municipal da Educação. O conteúdo foi desenvolvido com base no currículo da rede municipal, para a pré-escola, estudantes do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental e os da EJA fase I. Para estudantes do 6º ao 9º ano do Fundamental, o material é produzido e disponibilizado pelo Governo do Estado do Paraná.

Outros municípios

As videoaulas da Secretaria Municipal da Educação beneficiam também crianças e estudantes de outros municípios, graças a uma parceria entre Governo do Estado, Prefeitura de Curitiba e Rede Massa. Na capital, o canal é o 4.2 (veja abaixo a lista de canais para assistir em outras cidades).

As aulas on-line alcançaram 217 cidades paranaenses, em 2020.

Ano letivo 2021

Crianças e estudantes da rede municipal de ensino de Curitiba iniciarão o ano letivo de 2021 no dia 18 de fevereiro, em um modelo híbrido. Parte irá presencialmente para a unidade e os demais acompanharão os conteúdos por meio de videoaulas.

A escolha do modelo caberá as famílias.