16 de setembro de 2021

Emoção e segurança marcam retorno do público aos concertos da Camerata

O limite de público e os rigorosos protocolos de segurança contra a covid-19 não tiraram o brilho e a emoção dos concertos de reabertura da Capela Santa Maria, neste fim de semana. As duas apresentações, sábado (28/8) e domingo (29/8), marcaram o retorno da Camerata Antiqua de Curitiba ao palco.

Músicos vacinados, obrigatoriedade de uso de máscara dentro do espaço, dispensers de álcool em gel 70%, programa com informações sobre as obras por QR code nas poltronas e no telão e ocupação do espaço reduzido foram algumas das principais medidas adotadas para a retomada dos concertos presenciais da Camerata.

As apresentações da Orquestra de Câmara da Cidade de Curitiba, um dos grupos da Camerata, com direção musical e cravo de Fernando Cordella, tiveram ingressos esgotados para os dois dias do concerto, sábado (28/8) e domingo (29/8).

“A retomada dos concertos presenciais da Camerata é motivo de alegria e esperança, pois representa a retomada da nossa vida cultural. Aos poucos os espaços da Fundação Cultural de Curitiba voltarão a receber o público, ainda que lentamente e com todos os cuidados sanitários”, disse a presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Ana Cristina de Castro.

O fluxo de pessoas dentro da Capela Santa Maria foi reduzido, com apenas 50 lugares liberados, em vez dos 270.

Para quem perdeu, o concerto foi transmitido pela internet e está disponível para ser assistido através do link no Canal de Youtube Curitiba Arte ICAC (https://bit.ly/3BptvBr). Até às 10h desta segunda-feira (30/8), havia quase 700 visualizações da apresentação.

A emoção do retorno seguro

Com solos de violino de Winston Ramalho e Dan Tolomony, o primeiro concerto da série Ciclo Bach motivou os músicos que voltaram ao palco da Capela. Excelência da Camerata, obras barrocas de Johann Sebastian Bach (1685-1750) engrandeceram esse período de transição com o concerto A Música da Família.

“Fazer música sem público é muito triste. Só conseguimos sentir a admiração das pessoas presencialmente. É uma energia maravilhosa, que inspira também na execução das obras”, comentou Cordella, após a primeira apresentação.

O público sentiu segurança com os rigorosos protocolos sanitários adotados para o retono. “Me senti muito bem, com tudo muito organizado. Já estava com síndrome de abstinência sem assistir a um concerto”, declarou o empresário Samuel Lago.

A temporada 2021 da Camerata Antiqua de Curitiba conta ainda com outros dez programas, entre apresentações da orquestra, coro ou da formação completa. Toda a programação também será divulgada pelo Whatsapp da Capela Santa Maria. Para receber os comunicados, é necessário mandar uma mensagem para o número (41) 99614747.

Videoclipes

Durante o isolamento no ano de 2021 foram 32 vídeos realizados pela Camerata Antiqua de Curitiba, entre videoclipes, bate-papos sobre diferentes áreas da música e transmissões ao vivo durante a Oficina de Música. Os vídeos foram gravados pelo grupo de forma separada, cada um em sua casa, respeitando as regras de distanciamento social.

Sarita Zlotnik Jacobovicz frequenta os concertos sempre com a família. “Acompanhei os vídeos da Camerata on-line, mas nada substitui a sensação de estar nessa sala. A ótima produção na pandemia me animou na espera do retorno”, contou.

Com os vídeos, a Camerata atingiu mais de 60 mil pessoas em todo o mundo, chegando a 19 países, com destaque para Japão, Argentina, Portugal e Estados Unidos.

“Os vídeos ajudaram a divulgar a música erudita ao público. Acredito que por acharem esse estilo muito elitizado, estar na internet rompeu uma barreira e se tornou muito mais acessível”, comentou o violinista, Cris Ariel Fontana, frequentador dos concertos da Capela Santa Maria desde 2018.

Todo o conteúdo realizado nesse período pode ser acessado no canal Curitiba Arte Icac, neste link: https://bit.ly/3ApMlYz

A temporada 2021 da Camerata Antiqua de Curitiba é uma realização da Prefeitura de Curitiba, Fundação Cultural de Curitiba e do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (Icac), Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo Pátria Amada Brasil, com patrocínio do Ministério do Turismo, Volvo do Brasil e Positivo Soluções Didáticas.