Ninhos de abelhas sem ferrão são sinalizados no Passeio Público

Quem passar pelo Passeio Público de Curitiba para uma corrida, caminhada ou para contemplar a natureza vai encontrar uma novidade do programa Jardins de Mel. Ninhos de abelhas sem ferrão que ficam nas árvores – e até mesmo em uma fresta de concreto da sede do Departamento de Pesquisa e Conservação da Fauna – foram identificados e sinalizados.

“Colocamos pequenos troncos com QR-Codes que levam à página do Jardins de Mel no site da Prefeitura de Curitiba”, conta o diretor Edson Evaristo. “Trata-se de mais um reforço em nosso trabalho de Educação Ambiental”, completa. Cada um dos pontos também está marcado no mapa do Passeio, que fica próximo ao Coreto Digital.

O trabalho é resultado de um “recenseamento” dos ninhos, de acordo com a bióloga responsável pelo Jardins de Mel, Solange Malkowski. Apenas nesta etapa foram identificadas oito colmeias. “Mas esse trabalho é contínuo e acreditamos que após a revitalização do Passeio e com o clima ficando mais quente, ainda vamos ver novas por aí”, comenta.

E esse tipo de sinalização, acredita Solange, ajuda na preservação das abelhas nativas, polinizadoras de 90% das plantas brasileiras. “A sensibilização das pessoas para a importância delas só foi possível com a informação a respeito delas e esse é um dos grandes resultados do projeto até agora”, diz.

Novidades

Além das jataís – já conhecidas e trabalhadas nas caixas dos 57 Jardins de Mel espalhados pela cidade – há no Passeio Público colmeias de tubunas e bocas-de-sapo. Para saber mais sobre elas e identificar as entradas dos seus ninhos, é só acessar a página do programa.

By Agência de Noticias da Prefeitura de Curitiba