16 de setembro de 2021

UEL oferece oficinas sobre cultura, atividade física e literatura a pessoas idosas

A equipe do programa Universidade Aberta à Terceira Idade (Unati-UEL) da Universidade Estadual de Londrina promove oficinas sobre cultura, atividade física e literatura neste segundo semestre de 2021. Serão três atividades gratuitas a partir de setembro, realizadas no formato remoto, pelo Google Meet. Idosos interessados em participar podem se inscrever pelo e-mail unati.uel@gmail.com

Para confirmar a inscrição é preciso informar o nome completo, a idade, a oficina de interesse e número de telefone para a equipe da Unati entrar em contato. São disponibilizadas 15 vagas por oficina para possibilitar atendimento a todos os participantes em formato remoto.

Segundo Denilson de Castro Teixeira, coordenador do Unati e professor do Departamento de Educação Física, o objetivo das atividades é ampliar as possibilidades de interação para os idosos, melhorando a qualidade de vida.

“O envelhecimento bem-sucedido depende de uma série de questões. Não depende só do bem-estar físico, mas do mental e social. O conceito de saúde é amplo, a inclusão de outras áreas são importantes, como arte e cultura. Isso melhora a autoestima”, afirma.

A programação começa dia 4 de setembro com a oficina “1º Encontro Cultural para a Terceira Idade: o espanhol de Cuba e as suas peculiaridades”, que será ministrada pela professora Arelis Felipe Ortigoza Guidotti, do Departamento de Letras Estrangeiras Modernas, do Centro de Letras e Ciências Humanas (CCH). Serão quatro encontros com duração de uma hora. As inscrições estão abertas até 3 de setembro na página de eventos da UEL (AQUI).

No mês de outubro serão ofertadas duas oficinas. No dia 5 começa a atividade “Viagem pelo Mundo dos Clássicos Literários”, coordenada pela professora Fernanda Cristiane de Melo, do Departamento de Fisioterapia, do Centro de Ciências da Saúde (CCS). Serão quatro encontros, com de uma hora e meia.

No dia 7 de outubro tem início a oficina “Atividade física para a saúde física e mental”. Com oito encontros de uma hora e meia de duração, as atividades serão conduzida pelo professor Denilson Teixeira.

ATIVIDADES – Segundo o coordenador do Unati, Denilson de Castro Teixeira, já foram promovidas outras duas oficinas este ano. Em junho, a professora Márcia Rorato, do Departamento de Letras Estrangeiras Modernas, do CCH, falou com os idosos sobre manifestações literárias, artísticas e culturais de Londrina e região. Em julho, o tema foi “Fotografia: forma de conhecimento, reconhecimento, expressão e memória”, em atividades ministradas pela professora Maria Irene Pellegrino de Oliveira Souza, do Departamento de Artes Visuais, do Centro de Educação, Comunicação e Artes (Ceca).

Paralelamente às oficinas iniciadas este ano, o Unati realiza desde julho de 2020 programas mensais na Rádio UEL FM, transmitidos aos sábados pela manhã. Esses programas recebem convidados idosos, profissionais, estudantes e comunidade em geral para abordar também temas relacionados ao envelhecimento com qualidade.  Até o momento foram promovidos oito programas e todos podem ser acessados na página do Projeto Tecendo Redes.

RETOMADA – O programa Unati UEL retomou as atividades no ano passado após sete anos de paralisação. A versão atual tem como objetivo desenvolver ações interligadas que promovam o envelhecimento ativo e saudável, além da capacitação profissional na cidade Londrina e região. A equipe conta com a participação de professores e estudantes das áreas de Artes Visuais, Comunicação, Educação Física, Enfermagem, Fisioterapia, Letras e Medicina.

Denilson Teixeira diz que para representar essa nova versão do programa também foi elaborada uma nova identidade visual. A logo contém as cores verde, laranja e cinza, e apresenta formatos arredondados que rementem à ideia de caminho, continuidade e conexões. A elaboração é das professoras Ana Luisa Boavista e Cibele Sitta, do Departamento de Design, do Centro de Educação, Comunicação e Artes (Ceca).